sábado, 9 de fevereiro de 2013

Como A Evolução Explica O Altruísmo

Como A Evolução Explica O Altruísmo


By Oren Harman para o New York Times



( Os Supercolaboradores )



Altruísmo , Evolução , e Porque Nos precisamos De Uns Aos Outros Para Sermos Bem Sucedidos.

330 pp. Free Press . $ 27 . By Martin A. Novak and Roger Highfield.



O que o cancer do colon , as colônias de baratas tem em comum ? Isso pode parecer como uma previa de uma piada , mas de fato e um desafio muito serio para a visão padronizada da evolução . Martin A. Novak , o diretor do Program for Evolutionary Dynamics at Harvard , tem prestado uma carreira brilhante para estabelecer que Darwin , e seus seguidores em particular , apenas discutiram “ dois “ para “ três “ .

A mutação aleatoria e natural da seleção das espécies tem de fato sido importantes motores para uma mudança no mundo natural – a disputa pela existência permitindo os mais fracos contra os mais fortes numa gangorra de rivalidade. Mas a maioria das grandes inovações da vida na terra , argumenta Novak , dos genes para as células , para as sociedades , tem ocorrido devido a um terceiro motor , e “ mestre-arquiteto “ da evolução : cooperação .



“SuperCooperadores”( escrito por Roger Highfield , editor da revista New Scientist ) e um livro absorvente sobre o poder da matemática. Diferentemente de Darwin com suas garrafinhas e seus copinhos para pombos , Novak objetiva para uma estratégia de solução para os mistérios da natureza com papel , lápis e um computador. Pela visão de um fenômeno diferente como a infecção do HIV e dos verbos irregulares da língua Ingleza , ele de maneira formal definiu cinco mecanismos distintos que tem ajudado a dar um crescimento para o comportamento cooperativo , desde as primeiras moléculas que se agregaram para uma auto duplicação , para as primeiras células que formaram os organismos multi-celulares , ate as sociedades humanas , as quais exibiram um grau de cooperação sem paralelo em toda a criação . Na visão de Novak , imaginar como a cooperação se situa sobre as falhas , assim como ativamente perseguindo uma “ nesga da existência “

e a chave para a nossa sobrevivência como as espécies .



No centro das idéias de Novak esta o game do Dilema dos Prisioneiros . O jogo envolve dois cúmplices que são escolhidos para um crime , interrogados separadamente a eles e oferecido um acordo . Se um dos jogadores incrimina o outro , ou “ desiste “ , enquanto o segundo se mantem em silencio , ou “coopera” a ele será dado uma sentença de 1 ano , enquanto o outro jogador pega 4 anos. Se os dois se mantiverem em silencio , eles serão sentenciados a somente 2 anos , mas se os dois desistem , eles vão receber 3 anos . A escolha racional para cada prisioneiro e desistir , pegando cada um 3 anos – no entanto se ambos tivessem cooperado , eles pegariam somente 2 anos . Na ausência de confiança , a razão pode ser auto destrutiva.



Nos anos 1990 , Novak e Karl Sigmund , construindo um trabalho de Robert Axelrod , mostrava que se o jogo dos prisioneiros, fosse jogado de novo e de novo , ele poderia descrever comportamentos cíclicos , nos quais as estratégias egoísticas (“Sempre se Defender”)

são derrotadas pelos que cooperam (“Tit for Tat”) , e depois são derrotados mais ainda por comportamentos cooperativos (“Generous Tit for Tat ,”) tendo como resultante uma “ Nunca se esqueça de um favor “ , mas ocasionalmente perdoe um favor ruim “), somente para ser invadido uma vez mais por egoístas ate que o ciclo se inicia novamente. Estes modelos “ dinâmicos e evolucionários “ são realizados mais realisticamente pela introdução de um elemento aleatório , demonstra que sob condições certas , a competição pode levar a um trabalho de equipe. Eles também mostram o quanto pode ser frágil o equilíbrio.



Em os “ SuperColaboradores “ , Novak argumenta que dois de seus mecanismos , a reciprocidade indireta e a seleção de grupos , tiveram um papel importante na evolução humana. Pense numa tentativa proto-simio (??????) de adivinhar se seria para confiar numa outra , ou numa troca : será que eu deveria dar sexo em troca de comida e proteção mais tarde? O proto-simio pode ter observado o comportamento do seu sócio prospectivo , ou poderia nem fazer isso ; as possibilidades são boas para que isso tenha ocorrido com outros , entretanto. A reputação se torna importante . O proto-simio evolui para um hominidio , com um cérebro maior permitindo uma comunicação mais precisa sobre a reputação. Os instintos morais evoluem para produzir vergonha , culpa , empatia , inteligência social e a consciência acaba nascendo.

Antes que VC saiba , Yogi Berra esta resumindo isso tudo: “ Sempre deveria ir ao funeral dos outros , porque se não for eles não virão ao seu.” A linguagem , a cognicao , e a moralidade , são escapes evolucionários de uma necessidade fundamental de cooperação entre as criaturas.



A cooperação também alimenta a divisão do trabalho , como qualquer formiguinha ou gene ira dizer-lhe. Quando uma estrutura ou um grupo com tamanho razoável , e com benefícios e custos , tudo alinhado da maneira certa , o modelo de Novak mostra , que o viés da natureza se tornam verdes . Sessenta milhões de anos ajardinados com fungus pelas folhas cortadas pelas formigas e um exemplo , que os genes se acumulam com outros cromossomos.



Novak , hoje em dia e um dos modeladores mais excitantes e proeminentes trabalhando no campo da matemática biológica . Mas um modelo somente e bom e claro se as previsões , e a biologia e mais abundante do que a física ou a quimica. Novak conta uma piada sobre um homem que se aproxima de um pastor de ovelhas e pergunta , “ se eu disser quantas ovelhas VC tem , me daria uma ?” O pastor concorda e fica impressionado quando o estranho responde , “ Oitenta e três “ . Quando ele se volta para ir embora , o pastor tenta reverter : “ Se eu adivinhar a sua profissão , eu poderia ter a minha ovelha de volta ?” O estranho concorda . “ VC deve ser um biólogo matemático .”

Como e que VC sabe ? “ E porque VC pegou o meu cachorro .”



Novak procura fazer o seu melhor para evitar os cachorros , mas os ” SuperColaboradores “ dão pouca importancia para os debates que tem havido durante anos entre as duas tradições de modelos de evolução. Uma das escolas considera as implicações intrincadas da genética , como as diferentes maneiras de interação genética nas reproduções sexuais.

Os outros tratam o organismo como se eles tivessem somente um conjunto de cromossomos a se reproduzirem sem sexualidade. No coração do debate persiste a questão crucial : se a seleção natural esta sempre maximizando e espalhando genes dos organismos. Novak e daqueles que pertencem ao grupo que assumem que sim.



Novak também disparou a controvérsia com um trabalho no Jornal Nature , escrito juntamente com

E.O.Wilson e Corina Tarnita , argumentando que

“ a forma adequada incluída “ – a idéia de que o organismo coopera com seus parentes , porque eles ajudam a partilhar os genes – não e necessário para explicar o nascimento de sociedades complexas como as abelhas e as formigas , ou o altruísmo em relação aos humanos. O jornal Nature recentemente publicou cinco cartas criticas , inclusive uma com 137 signatarios , um dos quais denunciou trabalhos matemáticos como não “ valendo a pena “ perder tempo com eles.



Novak não da muitas dicas destes debates acalorados neste livro cheio de alegrias , ao invés disso ele tem um apelo brilhante : ” a maneira e o jeito que nos humanos estamos colaborando uns com os outros esta claramente descrito pela matemática com a queda da maca no jardim de Newton.” Parece muito significativo para Novak que , de acordo com seus modelos , o interesse dos grupos podem se sobrepor aos interesses dos indivíduos se a “ taxa do custo-beneficio e maior do que +1 , a taxa do numero em tamanho dos grupos , “ e a cooperação poderá prevalecer , se os altruístas juntarem-se em topografias especificas. Se nos pudéssemos somente aderir aos fatos em conta , como uma “ crypta “ de prevenção dos cânceres do colon em formação tivessem sido feitas , talvez nos pudessemos trabalhar juntos para combater o aquecimento global.



Perto do final de seu livro , Novak descreve os esforços de Gustav Mahler , na sua grandiloqüente Terceira Sinfonia , para criar uma estrutura totalmente compassada na qual a “ natureza em toda sua totalidade pudesse alertar com uma campanhinha e reverberar,” adicionando , “ da minha própria maneira, eu gostaria de pensar que pudesse ajudar a dar a natureza , sua própria voz também.” Mas ainda perdura a falha que diz que entre a precisao dos modelos e a generalidade dos conselhos que Novak oferece para tornar-nos totalmente supercolaboradores. Nos humanos realmente somos infinitamente mais complexos do que as macas que caem das arvores ou as metástases do colon , e ate das colônias de formigas. As contabilidades idealizadas do mundo sempre oferecem a necessidade de ignorar a mesmice confusa da realidade. Mahler compreendeu isso . Em 1896 ele convidou Bruno Walter para o Lake Attersee para dar uma olhada na composição da Terceira.

Quando estavam caminhando por entre as montanhas , Walther advertiu Mahler para olhar em volta , para o que ele replicou , “ Não há necessidade de olhar la para cima – eu já compus tudo aquilo na minha sinfonia! “



O livro mais recente de Oren Harman e o

“ Preço Do Altruísmo : George Price e a busca sobre as Origens Da Gentileza.”



BH 20/04/2011

Pesquisa , Tradução , Divulgação : Miguel Moyses Neto – Se gostou desta matéria , divulgue para seus amigos !!!

Visite nosso linkedin http://br.linkedin.com/pub/miguel-moyses-neto/28/971/9aa--- Twitter: @mikenetIT onde VC poderá ver as principais agencias de noticias do mundo e seus links ! ou também veja nosso blog :

WWW.linktomike.blogspot.com

Bremense Participacoes Ltda

Desde 1940

mikenet9@gmail.com










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário